MOSTRA DE PROCESSOS 2015 – DE 1 A 13 DE DEZEMBRO

logo

 

A Escola Livre de Teatro de Santo André, que atualmente comemora 25 anos de [r]existência, realizará de 01 a 13 de dezembro, a MOSTRA TEATRO SEM TEATRO – MOSTRA DE PROCESSOS 2015, com entrada gratuita.

A programação é composta por trabalhos que não se pretendem a partir da lógica de resultados, mas que deslocam e expandem pesquisas, processos e experimentações artísticas de múltiplas linguagens. Foram criados exercícios cênicos, experimentos, ciclos de leituras de novas dramaturgias, aulas abertas, workshops, mesa de debate com aprendizes, show musical e espetáculos de companhias convidadas, além da estreia e temporada de “ESPARRO”, espetáculo de conclusão de curso da Turma 16 do Núcleo de Formação do Ator.

Neste ano, a MOSTRA reunirá trabalhos dialógicos e de múltiplas traduções, criados a partir das mais diversas inquietações, referências e manifestações artísticas, sociais e políticas, apresentando trabalhos autorais e novas criações dramatúrgicas, além de inspirações em importantes autores como Mário de Andrade, Lygia Fagundes Teles, Plínio Marcos, William Shakespeare, Jorge Amado, Eduardo Galeano, Vladimir Maiakovski, Nelson Rodrigues, Adriana Falcão e João Ubaldo Ribeiro.

As atividades acontecerão na sede da escola, prédio anexo ao Teatro Conchita de Moraes, e toda a programação será oferecida ao público com entrada gratuita. A Mostra de Processos é uma forma de levar ao público e à comunidade artística da cidade, os processos de pesquisas e criações em andamento na escola.

Além de fazer parte do processo de formação dos aprendizes, a relação com o público, com outros artistas e com agentes culturais, torna-se experiência de interlocução fundamental na trajetória dos artistas que fomentam a vida cultural da cidade de Santo André.

A ELT atende atualmente cerca de 230 aprendizes, divididos nos seguintes núcleos de pesquisa: Formação do Ator, Iniciação Teatral, Direção Teatral, Dramaturgia, Investigação de Teatro de Rua,  Circo, Sonoridades, Improviso Cênico – Dança Teatro e Teoria.

Acompanhe a programação:

01 DEZEMBRO | terça-feira

10h – LANÇAMENTO PROCESSO SELETIVO 2016

16h – ABNEGAÇÃO – Cia Tablado de Arruar – Espetáculo Convidado.

18h30 – INTERVENÇÃO APORIA EM DESTROÇOS – Formação 16.

Trabalhadores responsáveis pela reforma de um teatro abandonado passam a ocupar aquele espaço. É uma sociedade feita de escombros, pessoas esquecidas, que parecem ser responsáveis por realizar alguma espécie de trabalho, ou, talvez, apenas teatro.

20h30 – ABNEGAÇÃO – Cia Tablado de Arruar – Espetáculo Convidado.

Em uma atmosfera repleta de intrigas, traições e armadilhas, a trama acontece ao fim de uma festa. Durante uma reunião, na calada da noite, os integrantes de um partido político discutem o que se pode fazer em relação a um acontecimento do passado que vem à tona. São quatro da manhã, em um local afastado, uma fazenda de um dos militantes do partido. Primeira parte da Trilogia Abnegação, com texto de Alexandre Dal  Farra, Abnegação estreou  em fevereiro  no Centro Cultural São Paulo e chamou a atenção ao abordar as relações de poder nos bastidores da política. Indicado ao Prêmio APCA de melhor autor, o grupo Tablado de Arruar realizou 03 temporadas de sucesso na capital paulista e inicia a circulação pelo estado de São Paulo com apoio do Proac Circulação | DIREÇÃO: Clayton Mariano e Alexandre Dal  Farra | APOIO: PROAC – Programa de Ação Cultural e Governo do Estado de São Paulo | DURAÇÃO: 70 minutos.

02 DEZEMBRO | quarta-feira

18h30 – NÚCLEO DE SONORIDADES – MÁRIO DE ANDRADE CONTA MACUNAÍMA

A partir de um recorte da obra de Mário de Andrade, Macunaíma, este ato poético se dá de forma lúdica, numa mistura entre o real e o fantástico, em relação direta com o público, com músicas, narrativas e brincadeiras, assim como pretendia seu criador. O Núcleo de Sonoridades estabeleceu uma parceria com os atores Pascoal da Conceição, que atua como Mário de Andrade, Natália Nery e Eduardo Fonseca, que incrementam a atmosfera musical | ORIENTAÇÃO: Lucia Gayotto | DURAÇÃO: 60 minutos.

 

20H30 – NIT – NÚCLEO DE INICIAÇÃO TEATRAL – EM UM CÉU SEM NUVENS

Trata-se de um trabalho de pesquisa sobre a crise de água em São Paulo, levemente baseado na peça “Em um sol amarelo” do Grupo de Teatro de los Andes – Bolívia. Uma construção conjunta, a partir de documentos de pesquisa e ideias do próprio grupo, com estímulos, organização e direção dos mestres. | ORIENTAÇÃO: Laura Brauer e Rodrigo Mercadante | DURAÇÃO: 70 minutos.

03 DEZEMBRO | quinta-feira

16h30 até 22h30– NÚCLEO DE DIREÇÃO – MOSTRA NdELTa15

Neste ano a Mostra NdELTa15 apresentará a abertura de 05 processos criativos de grupos que por sete meses receberam orientação de Luiz Fenando Marques (Lubi).

16h30 – APENAS UM (RE)TRATO DE FAMÍLIA – O Núcleo Descerimonioso de Teatro, em seu trabalho de estreia, teve como ponto de partida para a criação coletiva a biografia dos pais dos atores. O processo resultou num espetáculo que leva à cena as histórias fragmentadas desses indivíduos sob um ponto de vista conflitante, estruturado sobre a visão emocional de seus filhos e o exercício de uma análise imparcial sobre a suas trajetórias e ações. Sentimentos e ressentimentos são revisitados pelos atores que, literamente, se colocam no lugar desses pais/personagens em busca de uma nova perspectiva sobre suas famílias | DIREÇÃO: Mario Spatizziani | DURAÇÃO: 55 minutos.

18h30 – PROCESSO FLORES AMARELAS – Uma festa em homenagem aos santos da Bahia celebra a boa colheita do cacau. No centro da encenação a festa dá lugar às fazendas, à mata-deus e as histórias e segredos, que permeiam a vida de Orozina, Davi, Francisco, Jeremias e Antonio. Na medida em que a semente floresce, revelam-se para o público as músicas e sua poesia, as graças e desgraças dos causos da mata-deus, as dores do preconceito, e a revelação de uma história prometida, a qual deve ser a mais bonita de todas | DIREÇÃO: Claudia Jordão | DURAÇÃO: 55 minutos.

20h15 – GRANJA – Na Granja, um galo e um ganso. Dois atores em um jogo teatral livremente inspirado no conto “Suicídio na Granja”, de Lygia Fagundes Teles, que conta a história de uma estranha amizade que se depara com a morte | CRIAÇÃO: Edson Thiago e Cadu Garcia | DURAÇÃO: 30 minutos.

21h30 – TERRA & CÉU – Duas mulheres se conhecem, por acaso, caminhando pelas ruas. Apesar de estarem lado a lado se desencontram diariamente. Um toque, uma mensagem, um telefonema preenchem seus cotidianos, tencionando e satisfazendo desejos de vida, de amor e de comunicação. Da fragmentação nasce o afeto | CRIAÇÃO: Elaine Belmonte e Mariana Beatriz Taques | DURAÇÃO: 45 minutos

04 DEZEMBRO | sexta-feira

18h30 – PLANO DE OBRA: ESCOLAS-EM-DESCONSTRUÇÃO. Encontro entre aprendizes, professores e artistas das Escolas Livres de Teatro, Dança, Cinema e EMIAS de Santo André.

05 DEZEMBRO | sábado

19H – NÚCLEO DE DRAMATURGIA – 14 POSSIBILIDADES DO SER ENTRE TANTAS | LEITURA DRAMÁTICA DOS 14 TEXTOS PRODUZIDOS NO NÚCLEO DE DRAMATURGIA EM 2015.

*Serão lidos três ou quatros textos por noite | Em 2015, no Núcleo de Dramaturgia da ELT, foram realizados estudos teóricos e exercícios práticos de escrita sobre a dramaturgia contemporânea.  O objetivo do Núcleo é a criação de um espaço de experimentação da escrita, estimulando a leitura dos textos desenvolvidos durante o processo, dentro de um fórum permanente de discussão e reescrita | ORIENTAÇÃO: Solange Dias | DRAMATURGOS: Ana Oliveira, Audrei Marzan, Bruna Izar, Bruno Piva, Claudia Jordão, Eduardo Aleixo, Felipe Scalzaretto, Ian Boato, Marcos Emanoel, Mariana Xuleta, Mauro Martorelli, Ronny Leal, Rudá Lemos e Sabrina Fagundes. | DURAÇÃO: 180 minutos.

20h – TURMA FORMAÇÃO 16 – ESPARRO – Estreia

No mundo ou se nasce com a bunda virada pra Lua, ou se nasce cagado. Nesta aldeia do desconsolo de Plínio Marcos vemos estes que só se estrepam nesse jogo sujo de dar nojo. Três (in)cômodos que se tangenciam em sua crueza: o muquifo de Dois Perdidos Numa Noite Suja, o quarto de Quando as Máquinas Param, e o mocó de Abajur Lilás, paredes metafóricas que enclausuram aqueles que lutam por um lugar ao sol, um sol de merda, podre, sol que nos observa, avalia, seleciona, olhando sempre de cima. | DIREÇÃO GERAL: Patricia Gifford | DIREÇÃO DE ATUAÇÃO: Cuca Bolaffi e Lucia Gayotto | DURAÇÃO: 75 minutos.

06 DEZEMBRO | domingo

19H – NÚCLEO DE DRAMATURGIA – 14 POSSIBILIDADES DO SER ENTRE TANTAS | LEITURA DRAMÁTICA DOS 14 TEXTOS PRODUZIDOS NO NÚCLEO DE DRAMATURGIA EM 2015.

*Serão lidos três ou quatros textos por noite | Em 2015, no Núcleo de Dramaturgia da ELT, foram realizados estudos teóricos e exercícios práticos de escrita sobre a dramaturgia contemporânea.  O objetivo do Núcleo é a criação de um espaço de experimentação da escrita, estimulando a leitura dos textos desenvolvidos durante o processo, dentro de um fórum permanente de discussão e reescrita | ORIENTAÇÃO: Solange Dias | DRAMATURGOS: Ana Oliveira, Audrei Marzan, Bruna Izar, Bruno Piva, Claudia Jordão, Eduardo Aleixo, Felipe Scalzaretto, Ian Boato, Marcos Emanoel, Mariana Xuleta, Mauro Martorelli, Ronny Leal, Rudá Lemos e Sabrina Fagundes. | DURAÇÃO: 180 minutos.

20h – TURMA FORMAÇÃO 16 – ESPARRO – Temporada

No mundo ou se nasce com a bunda virada pra Lua, ou se nasce cagado. Nesta aldeia do desconsolo de Plínio Marcos vemos estes que só se estrepam nesse jogo sujo de dar nojo. Três (in)cômodos que se tangenciam em sua crueza: o muquifo de Dois Perdidos Numa Noite Suja, o quarto de Quando as Máquinas Param, e o mocó de Abajur Lilás, paredes metafóricas que enclausuram aqueles que lutam por um lugar ao sol, um sol de merda, podre, sol que nos observa, avalia, seleciona, olhando sempre de cima. | DIREÇÃO GERAL: Patricia Gifford | DIREÇÃO DE ATUAÇÃO: Cuca Bolaffi e Lucia Gayotto | DURAÇÃO: 75 minutos.

07 DEZEMBRO | segunda-feira

16H – AULA ESPETÁCULO “CHÃ DE DOIS – CORPOREIDADES BRASILEIRAS: TRADIÇÃO E CENA CONTEMPORÂNEA” – Cia Mundo Rodá – Convidado.

A Aula Espetáculo “Chã de Dois” aborda de forma técnica e poética os procedimentos metodológicos, reflexões sobre o tema, e os treinamentos para atores, músicos e bailarinos desenvolvidos pela Cia. Mundu Rodá de Teatro Físico e Dança (SP) ao longo de seus 14 anos. Revela os caminhos percorridos pela Cia. no diálogo entre dança, teatro, música e tradição popular brasileira, e a inter-relação destas linguagens para criação de novas formas de composições corporais da cena contemporânea. A aula- espetáculo contém demonstrações técnicas de cenas selecionadas dos espetáculos de repertório da Mundu Rodá, abrindo ao público a trajetória de construção destas, além de demonstrações técnicas de jogos e treinamentos desenvolvidos à partir de danças tradicionais como o Cavalo Marinho, o Maracatu Rural e o Frevo. | CONDUÇÃO: Alicio Amaral e Juliana Pardo | DURAÇÃO: 120 minutos.

18h30 – TURMA FORMAÇÃO 18 – HAMLET – A QUINTESSÊNCIA DO PÓ.

Exercício cênico a partir de cenas da peça Hamlet. Dois foram os pontos de partida no processo das aulas de interpretação: a experiência do verbo como ação cênica e a análise ativa da dramaturgia shakespeariana. A teoria propôs a reflexão do lugar da obra na consciência individual: da presença do ‘eu’ no Universo. Na música a palavra hamletiana foi fonte de sonoridades do eu. Na dança, investigamos o aparelho sensório-motor/a e a organização do esqueleto como foco de apropriação do intérprete. Refletimos – praticamente – sobre a capacidade do corpo de fotografar as sensações (percepção) e movimentos a partir dos apoios motores. | ORIENTAÇÃO: Alex Tenório, Antonio Salvador, Fabrício Licursi, Gisele Calazan e Jean Pierre Kaletrianos | DURAÇÃO: 150 minutos.

08 DEZEMBRO | terça-feira

16H – NÚCLEO DE IMPROVISO CÊNICO (IMPROVISAÇÃO DANÇA – TEATRO) –EXPERIMENTO CAPITÃES DA AREIA

Um experimento resultado das pesquisas de composição e jogos cênicos que o núcleo de Improviso Cênico trabalhou durante o ano. Capitães da Areia de Jorge Amado é tema para o experimento que usará a mistura de técnicas de dança, teatro e parkour. | ORIENTAÇÃO: Diogo Granato | DURAÇÃO: 40 minutos.

19h – TURMA FORMAÇÃO 19 – “CALA/FALA” e “AQUI, AGORA”.

CALA/FALA – Criação coletiva a partir da exploração de elementos físicos expressivos das técnicas circenses de solo, tomando como elemento poético O LIVRO DOS ABRAÇOS – de Eduardo Galeano – e outras latinidades | ORIENTAÇÃO: Osvaldo Hortencio (Dinho) | DURAÇÃO: 30 minutos.

20H – AQUI, AGORA – Estudo cênico a partir do poema “A extraordinária aventura vivida por Vladimir Maiakovski no verão na datcha” e diversos fragmentos  que incluem notícias de jornal, poemas de outros autores e textos de autoria dos aprendizes, selecionados a partir da questão: onde reside sua revolução?. O foco do estudo é a composição coletiva em relação à palavra e ao movimento | ORIENTAÇÃO: Cris Rocha | DURAÇÃO: 70 minutos.

09 DEZEMBRO | quarta-feira

14h às 17h – WORKSHOP: INVESTIGAÇÃO SOBRE A PRESENÇA, com VANY ALVES – Workshop Convidado.

Investigação sobre a Presença é um convite ao participante a aprender a construir um estado de presença, disponibilidade e prontidão. O trabalho tem como objetivo estabelecer uma ‘musculatura’ de atenção e percepção de si, do outro e do entorno que colabore em processos criativos e co-criativos.

PUBLICO ALVO: Estudantes de teatro com interesse em práticas de consciência corporal e meditativas.

SELEÇÃO: Por ordem de inscrição. Enviar e-mail para vany@ciadeinventos.com.br, contendo nome, idade e breve carta de apresentação.

VAGAS: 10.

VANY ALVES é educadora, atriz, diretora artística e produtora cultural. Está à frente da Inventos, produtora que se dedica à criação e produção de projetos culturais e educativos desde 2001. Estudou: Biologia Cultural com Humberto Maturana e Ximena Dávila; A Visão Integral de Ken Wilber com Ari Raynsford; Ética Comparada na Palas Athena. Dedica-se a práticas meditativas há 20 anos, entre elas já foi praticante de Sufi Whirling Dance (Giro Sufi), Meditações Ativas (Osho), Raja Yoga.

18h30 – NÚCLEO DE DIREÇÃO – MOSTRA NdELTa15

Neste ano a Mostra NdELTa15 apresentará a abertura de 05 processos criativos de grupos que por sete meses receberam orientação de Luiz Fenando Marques (Lubi).

18h30 – ALMA – Quem nasce chora, quem morre sorri. Espetáculo inspirado na obra “Valsa n 6” de Nelson Rodrigues | DIREÇÃO: Flávio Marin | DURAÇÃO: 50 minutos.

20h30 – AZAR DO VALDEMAR – Cia dos Inventivos – Espetáculo Convidado.

Uma trupe de artistas mambembes conta a história do desaparecimento de Valdemar e, com o público, tenta recriar a sua trajetória. “Azar do Valdemar” encerra a Trilogia dOs Inventivos, livremente inspirada no romance “Viva o Povo Brasileiro” de João Ubaldo Ribeiro. Em “Azar do Valdemar” a Cia. dos Inventivos, desenvolve, por meio do teatro, informação sobre os sequestrados pelo estado policial que vigora em nosso país, denunciando simbolicamente as inúmeras injustiças do corpo social fragmentado pela violência. | DIREÇÃO: Edgar Castro | DURAÇÃO: 70 minutos.

10 DEZEMBRO | quinta-feira

16h – NÚCLEO DE INVESTIGAÇÃO DO TEATRO DE RUA E NÚCLEO DE CIRCO-RUA – AULA ABERTA

Exposição da pesquisa de interlocução entre circo/máscara/rua. Portagens, exploração poética de objetos, máscaras utilitárias, corpo em relação o espaço físico, simbólico e social da cidade são alguns dos elementos desta aula/exercício | ORIENTAÇÃO: Osvaldo Hortencio (Dinho) e Cuca Bolaffi | DURAÇÃO: 40 minutos.

18H30 – TURMA FORMAÇÃO 17 – LUNA CLARA & APOLO 11

Exercício cênico a partir da adaptação do romance infanto-juvenil LUNA CLARA & APOLO 11, de Adriana Falcão. Estudos de cena, adaptação da narrativa, treinamento corporal a partir de danças brasileiras, composições musicais em processo colaborativo | ORIENTAÇÃO: Alicio Amaral, Juliana Pardo, Alexandre Dal Farra, Luís Gayotto e Cris Lozano | DURAÇÃO: 40 minutos.

19H30 – PLANO DE OBRA: ARTISTAS-EM-CONSTRUÇÃO. Encontro entre aprendizes e ex-aprendizes da Escola Livre de Teatro de Santo André. Uma conversa sobre arte, política, pedagogia teatral e teatro contemporâneo. A escola está completando 25 anos e um bom presente seria aproximar tempos de experiências diversas entre o passado e presente. Continuamos na mesma [r]existência e com muita vontade de celebrar e conversar.

11 DEZEMBRO | sexta-feira

19h – TURMA FORMAÇÃO 16 – ESPARRO – Temporada

No mundo ou se nasce com a bunda virada pra Lua, ou se nasce cagado. Nesta aldeia do desconsolo de Plínio Marcos vemos estes que só se estrepam nesse jogo sujo de dar nojo. Três (in)cômodos que se tangenciam em sua crueza: o muquifo de Dois Perdidos Numa Noite Suja, o quarto de Quando as Máquinas Param, e o mocó de Abajur Lilás, paredes metafóricas que enclausuram aqueles que lutam por um lugar ao sol, um sol de merda, podre, sol que nos observa, avalia, seleciona, olhando sempre de cima. | DIREÇÃO GERAL: Patricia Gifford | DIREÇÃO DE ATUAÇÃO: Cuca Bolaffi e Lucia Gayotto | DURAÇÃO: 75 minutos.

20h30 – SHOW – LINIKER E OS CARAMELOW’S

Projeto autoral de música independente, que caminha pelas raízes da Black Music e do Samba Rock, apresentando canções que abordam a pluralidade do amor visceral e as experiências das relações cotidianas. | FICHA TÉCNICA: Liniker Barros (voz), Marcio Bortoloti ( trompete e trombone), William Zaharanski ( guitarra), Renata éssis (backing Vocal) e Rafael Barone (produção) | GRATUITO | DURAÇÃO: 50 minutos.

12 DEZEMBRO | sábado

19H – NÚCLEO DE DRAMATURGIA – 14 POSSIBILIDADES DO SER ENTRE TANTAS | LEITURA DRAMÁTICA DOS 14 TEXTOS PRODUZIDOS NO NÚCLEO DE DRAMATURGIA EM 2015.

*Serão lidos três ou quatros textos por noite | Em 2015, no Núcleo de Dramaturgia da ELT, foram realizados estudos teóricos e exercícios práticos de escrita sobre a dramaturgia contemporânea.  O objetivo do Núcleo é a criação de um espaço de experimentação da escrita, estimulando a leitura dos textos desenvolvidos durante o processo, dentro de um fórum permanente de discussão e reescrita | ORIENTAÇÃO: Solange Dias | DRAMATURGOS: Ana Oliveira, Audrei Marzan, Bruna Izar, Bruno Piva, Claudia Jordão, Eduardo Aleixo, Felipe Scalzaretto, Ian Boato, Marcos Emanoel, Mariana Xuleta, Mauro Martorelli, Ronny Leal, Rudá Lemos e Sabrina Fagundes | DURAÇÃO: 180 minutos.

20h – TURMA FORMAÇÃO 16 – ESPARRO – Temporada

No mundo ou se nasce com a bunda virada pra Lua, ou se nasce cagado. Nesta aldeia do desconsolo de Plínio Marcos vemos estes que só se estrepam nesse jogo sujo de dar nojo. Três (in)cômodos que se tangenciam em sua crueza: o muquifo de Dois Perdidos Numa Noite Suja, o quarto de Quando as Máquinas Param, e o mocó de Abajur Lilás, paredes metafóricas que enclausuram aqueles que lutam por um lugar ao sol, um sol de merda, podre, sol que nos observa, avalia, seleciona, olhando sempre de cima. | DIREÇÃO GERAL: Patricia Gifford | DIREÇÃO DE ATUAÇÃO: Cuca Bolaffi e Lucia Gayotto | DURAÇÃO: 75 minutos.

13 DEZEMBRO | domingo

19H – NÚCLEO DE DRAMATURGIA – 14 POSSIBILIDADES DO SER ENTRE TANTAS | LEITURA DRAMÁTICA DOS 14 TEXTOS PRODUZIDOS NO NÚCLEO DE DRAMATURGIA EM 2015.

*Serão lidos três ou quatros textos por noite | Em 2015, no Núcleo de Dramaturgia da ELT, foram realizados estudos teóricos e exercícios práticos de escrita sobre a dramaturgia contemporânea.  O objetivo do Núcleo é a criação de um espaço de experimentação da escrita, estimulando a leitura dos textos desenvolvidos durante o processo, dentro de um fórum permanente de discussão e reescrita | ORIENTAÇÃO: Solange Dias | DRAMATURGOS: Ana Oliveira, Audrei Marzan, Bruna Izar, Bruno Piva, Claudia Jordão, Eduardo Aleixo, Felipe Scalzaretto, Ian Boato, Marcos Emanoel, Mariana Xuleta, Mauro Martorelli, Ronny Leal, Rudá Lemos e Sabrina Fagundes | DURAÇÃO: 180 minutos.

20h – TURMA FORMAÇÃO 16 – ESPARRO – Temporada

No mundo ou se nasce com a bunda virada pra Lua, ou se nasce cagado. Nesta aldeia do desconsolo de Plínio Marcos vemos estes que só se estrepam nesse jogo sujo de dar nojo. Três (in)cômodos que se tangenciam em sua crueza: o muquifo de Dois Perdidos Numa Noite Suja, o quarto de Quando as Máquinas Param, e o mocó de Abajur Lilás, paredes metafóricas que enclausuram aqueles que lutam por um lugar ao sol, um sol de merda, podre, sol que nos observa, avalia, seleciona, olhando sempre de cima. | DIREÇÃO GERAL: Patricia Gifford | DIREÇÃO DE ATUAÇÃO: Cuca Bolaffi e Lucia Gayotto | DURAÇÃO: 75 minutos.

*O ESPETÁCULO “ESPARRO”, DA TURMA FORMAÇÃO 16, SEGUE EM TEMPORADA COM APRESENTAÇÕES NOS DIAS 19 E 20 DE DEZEMBRO – SÁBADO E DOMINGO, ÀS 20H – E TAMBÉM FARÁ UMA SEGUNDA TEMPORADA DE 22 A 31 DE JANEIRO DE 2016, DE SEXTA A DOMINGO, ÀS 20H – COM ENTRADA GRATUITA.

_______________________________________

SERVIÇO:

ESCOLA LIVRE MOSTRA TEATRO SEM TEATRO – MOSTRA DE PROCESSOS 2015

Escola Livre de Teatro de Santo André

Praça Rui Barbosa, 12, Santa Terezinha – Santo André/SP

Próximo à estação Prefeito Saladino da CPTM

GRATUITO

Informações: (11) 4990-4474

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s